← Voltar à página de publicações

Reposição Hormonal e Câncer de Próstata: fazer ou não?

4 de Agosto de 2019

Tradicionalmente, a reposição de testosterona em pacientes com câncer de próstata não é recomendada. 

Entretanto, surgiram recentemente evidências de que em pacientes submetidos a prostatectomia (retirada da próstata) para câncer de próstata e que cursam com hipogonadismo (deficiência de testosterona) podem apresentar menores taxas de recorrência bioquímica (aumento do PSA após a cirurgia) e, em alguns pacientes, houve atraso no tempo até o surgimento de novas metástases após a reposição hormonal.

Essas evidências contrariam a máxima de que não deve ser feita reposição hormonal em pacientes com câncer de próstata. Mas esses estudos devem ser analisados sob uma ótica ​ muito criteriosa.​ O mais provável é que tenhamos um tipo específico de paciente que poderá se beneficiar do tratamento de reposição de testosterona e que poderia se beneficiar do ganho de massa corpórea, redução de níveis lipídicos e melhora da função sexual.

Ainda são necessários mais estudos que nos ajudem a selecionar o paciente com antecedente com câncer de próstata e que seja ideal para a reposição hormonal de testosterona.

Em caso de dúvidas, converse com o seu urologista a respeito e sempre procure a melhor informação.

AGENDAR CONSULTA

Horários de Atendimento

Segunda a Sexta

08h00 às 18h00

Sábado

08h00 às 16h00